Featured

Active English- Intensive for staff

irlanda es

 

Fim-de-semana em grande. Visita ao maior parque natural de Dublin.

Logo pelas nossas caras dizemos tudo” felizes por estarmos ali!”

esm3 20170716_161917

Day tripe: Glendalough & Kilkenny

esm5

Memórias de um grupo fantástico, com diversas nacionalidades.

Advertisements
Featured

Active English- intensive for staff

4º e 5º dia

Continuação da aula  – Focus on language and skills for everyday English (relevant vocabulary & pronunciation): World of work.

Time for practice: Experience & skills: CV and cover letter writing.

Phone etiquette: taking messages & making phone calls.

19958894_1983430748543168_1318661626414530657_n 20108249_1983430841876492_6852390524654482375_n IMG_2048

Vejo o sol pela primeira vez em Dublin , que saudades!!!

20170712_133448

20170712_133613
Aos primeiros raios de sol a relva ficou cheia de gente, para disfrutar do calor.
Que para nós não era muito, cerca de 20 graus, mas para os Irlandeses era um lindo dia de verão.

 

 

 

 

 

 

 

 

Os sabores em Dublin:

Com diferentes tradições alimentares em relação aos Portugueses, vamos “aprendendo” os seus usos e costumes, comece o dia com o tradicional, e reforçado, café da manhã irlandês com ovos, pão, linguiça, bacon, tomate….

O almoço é rápido, à base de saladas e sandes, e o jantar, muito cedo para os costumes Portugueses.

Podemos escolher entre vários pratos típicos da Irlanda, como: Fish and chips, irish stew, beef and guiness stew, sem esquecer que estes pratos têm que ser acompanhados com a tradicional cerveja Guiness.

20170712_201520

 

20170721_203932

IMG_1859

Para alem da comida, uma” international table”, tem um sabor ainda mais intenso, 3 países diferentes à mesa, 2 Francesas, 2 Portuguesas, 2 italianos.

A noite em Dublin

A noite começa muito cedo em Dublin, às 7:00 pm as ruas junto ao Temple Bar estão apinhadas de gente,

A partir das 11 p.m. a noite vai terminando, nos pubs, calam-se as musicas, e as ruas começam a ficar sem as multidões que tinham ao inicio da noite.

Temple bar – um dos pubs mais tradicionais e conhecidos de Dublin

 

Featured

English Matters – Erasmus + Active English – Intensive for Staff

2º e 3º dia  Tema da aula durante a manhã: Irish society & culture ( music, art on street etc…) e a tarde para  por em pratica : communicating impressions on Dublin: Writing emails, postcard and letters…

Saímos para a movimentada universidade, Trinity College, esta é a mais famosa e antiga universidade da Irlanda, fundada em 1592.

Trinity College
The first university of Dublin
Trinity college
Trinity college main door
Trinity college
Arnaldo Promodoro`s sphere within sphere sculpture stands outside the Berkeley Library

Pelas ruas de Dublin…

Vindo do trinity college saímos para a rua pela Nassau street, com imenso movimento de carros, autocarros e lojas comerciais, viramos à esquerda e temos a Grafton street, rua sem transito, ladeada de lojas comerciais, mas com muita vida, tem artistas de rua a fazerem de tudo –  escultores; desenhistas; estatuas humanas; bailarinos; acrobatas e músicos, estes tocam todo o género musical e tipo de instrumento.

Grafton street
Grafton street
At the end Grafton street is the garden stephensgreen
At the end Grafton street is the garden stephensgreen
molly malone
Tart with a cart
Molly Malone – Estátua famosa em Dublin, existe também uma musica típica da Irlanda, que fala da história desta mulher, que vendia peixe pelas ruas da cidade.
Featured

English Matters – Erasmus + Active English – Intensive for Staff

Pronto!!

Finalmente chegamos a Dublin. Embora uma cidade desconhecida, fomos bem recebidas por pessoas bastante simpáticas.

Ao final da primeira tarde, depois de um intenso dia de formação, participamos numa mostra cultural e apresentação gastronómica dos 16 países Europeus representados.

 

Featured

Dia 6 (9 de junho) – Avaliação e Validação de Competências

“Non aspetarre il momento giusto per fare le cose: l’unico momento è adesso.”

19023306_1748147525202622_6264166878255821632_o

Oggi  abbiamo parlatto de KA 2 e fatto la valutazione.

Doppio abbiamo andato a Teatro Rende, Casa de la Cultura, Castro Libero…

Featured

Dia 5 (8 de junho) – Mobility VET Charter & Acessibilidades

“Non mi scoraggio, perché ogni tentativo sbagliato scartato è um altro passo avanti.” (Thomas Edison)

 

Hoje o diretor da EUROFORM RFS explanou as abordagens estratégicas para a qualidade na mobilidade do ensino e formação profissional recorrendo à Carta de Mobilidade de EFP Erasmus+.

19021430_1747061678644540_526700581_n19047945_1747061571977884_719729460_n

Durante as nossas explorações pela região ficamos agradavelmente surpreendidas com os sinais presentes de inclusão social nomeadamente na área das acessibilidades: rampas, mapas tácteis (ex.  usados em todas as casas de banho públicas), pisos tácteis, informações em Braille, informações áudio junto de monumentos e peças museológicas, sinalética.

 

Featured

Dia 4 (7 de junho) – Cores e cheiros na Calábria

Il futuro è di chi ha il coraggio di agire, ora.” (Stephen Littleword)

 

 

Calábria, uma região com uma história de centenas de anos, ponto de fusão de diferentes culturas e pessoas. Toda a sua atmosfera histórica estimula os sentidos.

Paola, a città del presepi, é mais uma belo exemplo desta confluência. O trajeto entre Cosenza e Paola de comboio é um percurso encantador, onde de lado temos o mar e do outro a montanha.

Hoje foi também dia de experimentar o primeiro packet lunch.

Featured

Dia 2 (5 de junho) – Euroform RFS

“WE HAVE ONLY TWO POSSIBILITIES:TO FIND THE PATH OR TO CREATE ONE.”

This slideshow requires JavaScript.

Neste dia conhecemos esta organização e alguns dos seus técnicos. Esta instituição dinamiza atividades que vão desde a concepção à coordenação de projetos de formação, colocação, intercâmbio e de desenvolvimento de metodologias e ferramentas realizadas no âmbito de programas financiados pela União Europeia.

Foi-nos dado a conhecer alguns projetos nas áreas de soufflearning, CLIL adaptado a áreas especificas -PROLANT CAP, refugiados e imigrantes – MY STORY, TALENT 4, presos, etc.

O projeto PROLANT CAP é um projeto para professores de línguas estrangeiras e formadores utilizando a metodologia CLIL.

Multicultural classes: didactical strategies and good practises (a course of communication and mediation)

Quinto giorno – giovedi 20 Luglio

“Non c’è sucesso senza una strategia!”

 

Encontro com o Ilario e a Olga  no CAS

Olga, Anabela, Cristina, Ilário e Vitto, no CAS

O CAS é um centro de acolhimento temporário, onde são colocados alguns imigrantes (sobretudo originário da África) que chegam a Consenza. A Euroform RSF possui três desses CAS.  O CAS funciona na periferia de Cosenza, na vila de Mendicino, num prédio como outro qualquer, onde vivem famílias italianas. Os vários apartamentos (3 neste caso) possuem regras bem definidas que os imigrantes devem respeitar.

As pessoas acolhidas no Centro têm aulas de italiano para estrangeiros no próprio centro (ou no CPIA).

Ida, professora de italiano
Aula de italiano para estrangeiros 

 

“Sala de informática” do CAS

Quando se quer muito aprender, as condições não são um entrave… Com pouco à vontade por haver “pessoas estranhas”, pois parece que são pessoas muito desconfiadas devido à sua história de vida, lá foram trabalhando, embora de forma muito peculiar!

 

 Depois dos trabalhos, ainda houve tempo para nos “aculturar” através do “labirinto de cultura” que é Consenza.

Teatro de Rendano
Livro do Filósofo Telésio – Biblioteca Cívica de Cosenza
Exposição na Casa da Cultura

 

Mediation classes: didactical strategies and good practises (a course of communication and mediation)

Quarto giorno – mercoledi 19 Luglio

Encontro com a Francesca Piemonte, docente de italiano da CPIA (Centro Provinciale de Instruzzione per Adulto)

Hoje, foi tempo de voltarmos aos “bancos da escola”. Integradas num pequeno grupo de imigrantes, oriundos de países africanos (Gana, Guiné Conacri e Nigéria), assistimos e participamos numa aula de italiano para estrangeiros. 

Francesca Piemonte, la maestrina
Lezione di italiano com Francesca Piemonte (CPIA)
Facciamo lo 1º test di ricapitolazione! Va benne!
Loro parlano di professioni

Embora para nós fosse relativamente fácil, pois o Português é uma língua latina, para os falantes africanos, que usam os seus dialetos, um pouco de inglês ou de francês consoante o caso, torna-se muito mais difícil. Para além disso, acresce-se que muitos deles são quase analfabetos e veem a aprendizagem/educação como um “bem supérfluo” ou um mal necessário que poderá abrir-lhes o mundo do mercado.

Assim, muitas vezes, para além da barreira linguística, os professores ainda têm de ultrapassar a falta de motivação e concentração que revelam, mas confessam que, quando conseguem ensinar alguma coisa, se sentem muito gratificados.

Sessão com Frederica Orlando sobre métodos utilizados no ensino do italiano para estrangeiros

A nossa colega Frederica explicou-nos os diferentes métodos que utiliza na sua abordagem ao ensino do italiano para estrangeiro. Todos eles têm vantagens e inconveniente, mas considera que o método CLIL é o mais adequado.

Multicultural classes: didactical strategies and good practises (a course  of communication and mediation)

Terzo giorno – martedi 18 Luglio

À descoberta de Paola

 Paola, também conhecida pela cidade dos presépios ou por ser o berço de São Francisco, santo padroeiro da Calábria e dos marinheiros. É uma estância balnear famosa na Riviera dos Cedros.

Paola

Resolvemos aventurarmo-nos e caminhar pelas estreitas ruas do centro histórico, que mais pareciam um labirinto. Praças, edifícios e fontes pitorescas, ruínas do Castelo Normando-Suevo, que se caracterizam pela sala octogonal, onde há antigos ‘segmentos’ de inspiração islâmica. Apesar do imenso calor que se fazia sentir, continuamos a nossa deambulação, recolhendo as nossas impressões, até chegar ao Santuário, cujas vistas panorâmicas eram bellissime, o complexo da abadia de Badia-Luta, que na Idade Média viu passar ao longo do caminho o Rei Ricardo, Coração de Leão, para a longa viagem que o levaria à Terra Santa. Segundo rezam as crónicas, nos últimos dias da Segunda Guerra Mundial, quase todas habitantes da cidade foram proteger-se dos bombardeiros no interior do Mosteiro de São Francisco de Paula, uma bomba de 80 kg caiu no recinto, mas sem detonar, facto que foi considerado um milagre!

Multicultural classes: didactical strategies and good practises (a course of communication and mediation)

Secondo giorno – Lunedi 17 Luglio

Euroform

Neste segundo dia, fomos conhecer a Euroform RSF, instituição que nos recebeu. A Sandra, a nossa anfitriã originária da Lituânia, deu-nos as boas-vindas e apresentou-nos a organização, salientando os principais objetivos e atividades desenvolvidas desde a sua fundação, em 1996.

Depois, o Ilario lo Sardo, outro dos colaboradores com quem iremos estar  esta semana, explicou-nos o seu papel na instituição: é um mediador cultural entre os refugiados/imigrantes que permanecem temporariamente nos “campos” (uma espécie de residência) e a comunidade de Cosenza. O seu papel é procurar integrar as comunidades oriundas dos diferentes países de África, que chegam com regularidade à costa italiana, proporcionando-lhes competências linguísticas (ensinando-lhes o italiano) para poderem compreenderem as leis italianas, nomeadamente as laborais, regularizar a sua situação, tratando da documentação, e ingressarem legalmente no mundo do trabalho. Proporcionam-lhes, ainda, diversas atividades/projetos.

20170719_165314 (1)

Iremos ver como funcionam, efetivamente, esses centros temporários de acolhimento e o que por lá se passa.

Estejam atentos!

Primo giorno – Visita Culturale a Cosenza 16 luglio

Finalmente, depois de quase um dia de viagem, com paragem em Milão, conseguimos chegar ao nosso destino – COSENZA, uma cidade situada na Calábria, que tivemos oportunidade de conhecer com a Frederica, a nossa amável e simpática guia.

Descobrimos, depois das deliciosas “lições de história” que recebemos, que esta região é conhecida como a “Atenas da Itália” e que o rio Busento, que separa Cosenza de Rende, esconderá a imensa riqueza do rei Alerico I, que pediu para ser sepultado no seu leito.

20170716_200343.jpg
Vista de Cosenza – cidade antiga

Deambulando pelo centro histórico (cidade antiga), pudemos revisitar um passado longínquo que conseguiu sobreviver até aos dias de hoje. O castelo, as inúmeras igrejas, com estilos sempre imponentes, o Teatro que permitiu aliar arte e filosofia….