Visita a Queen Anne High School

No dia 12 de junho, tive a oportunidade de passar o dia na Queen Anne High School. Trata-se de uma escola com cerca de 1700 alunos, num edifício muito moderno e muito bem equipado, construído em 2003.

Ao contrário de Arganil, o número de alunos tem vindo a aumentar nos últimos anos nas escolas de Dunfermline. Devido à sua proximidade de Edimburgo e ao facto de o preço das habitações ser consideravelmente mais acessível, muitas famílias decidem mudar-se para esta vila.

Uma escola com 1700 alunos tem obrigatoriamente regras de funcionamento e organização muito próprias. Exemplo disto é o facto de os alunos se movimentarem na escola sempre no sentido dos ponteiros do relógio. Cada corredor corresponde a um departamento e distingue-se dos outros pela cor (as salas das ciências por exemplo, estão todas no mesmo corredor, que é verde). Cada professor tem a sua sala, onde mantém os seus materiais e são os alunos que vêm à sua procura, quando a campainha toca. À semelhança do que vimos em Hogwarts, nas histórias do Harry Potter, a escola divide-se em três casas Abbey, Bruce, e Carnegie. Todos os alunos usam uniforme – é proibido usar calças de ganga, calções, hoodies, etc.

Mas o facto que mais me surpreendeu foi sem dúvida o seguinte: os alunos que já fizeram os exames deste ano, iniciaram esta semana o horário do próximo ano letivo… é verdade! Depois dos exames, quem é que quer estudar ou permanecer nas aulas? Para evitar perder tempo, dizem os docentes com quem conversei, inicia-se já o ano seguinte… os alunos ficam a conhecer os professores do próximo ano letivo, os programas, o desempenho esperado, etc.

Amanhã espera-me outra escola: Woodmill High School

 

Workshop on Teaching English as a Foreign Language – Três dias com Katie Courtney Bennet

 

Estes últimos três dias foram passados – quase na totalidade – numa sala da City Hall (o que foi bastante conveniente, atendendo à chuva e ao frio que teimam em ficar por aqui!).

A formadora, Katie Bennet, mostrou-nos alguns  warmers,  poemas, canções, tongue twisters, etc  para utilizar no ensino do inglês como língua estrangeira. Foi uma partilha muito enriquecedora em termos de materiais e atividades para a sala de aula.

 

No final da sessão de hoje, houve tempo para uma visita ao novo museu da cidade: Carnegie Library & Galleries

 

 

 

Day 1 – Dunfermline Tour; Scottish culture & traditions

Dunfermline é uma cidade escocesa com cerca de 50.000 habitantes que “nasceu” em 1065 e foi capital da Escócia até ao século XVII. Foi aqui que nasceu James I em 1394, Charles I em 1600 e o filantropo Andrew Carnegie em 1835, que defendia “He who dies thus rich dies disgraced”  e  por isso doou $350,000,000 da sua fortuna feita nos EUA.

O nosso guia Jack Pride, com um profundo conhecimento da sua terra natal e com um sentido de humor fantástico, levou-nos a conhecer os pontos mais importantes. Aqui ficam alguns momentos…

st Margaret's memorial
Saint Margaret’s shrine – St Margaret is the only Scottish female Saint

E depois do primeiro “packed lunch” 🙂  começou a sessão de trabalho com Rita Adams: Scottish History and Traditions… o patriotismo escocês ficou bem vincado!

IMG_2950